in ,

Roteiro em Jericoacoara de 3 ou mais dias para toda a família!

casal sentado dentro de arco em formato de coração na praia

Esse roteiro em Jericoacoara tá mara! A ideia foi trazer algo bem prático para quem tem menos ou mais dias disponíveis, e que vale para a família toda.

Para cada dia, vou colocar a versão enxuta, e também uma opção maior, se você quiser e puder ficar mais tempo em cada local. No final, vou resumir o que indico para 3, 4, 5 e 6 dias pra ficar visualmente mais claro!

Antes de começar, algumas informações que acho importantes:

> Estando em família, e para aproveitar bem o tempo, o ideal é fazer os passeios privativos com buggy, e este roteiro em Jericoacoara foi feito baseado nisso, o que dá cerca de 4-5 pessoas por carro – e lá tudo areia, inclusive nas ruas centrais!

Quando fomos (preços deste post serão todos de janeiro/2021) pagamos R$ 400,00 pelo dia, que inclui o guia de turismo que vai como motorista. Fizemos com a Top Jeri, mas tem muitas boas agências de receptivo lá.

Existem lá jardineiras que levam até 12 pessoas e são mais baratas – pagamos R$50,00 por pessoa ida e volta e usamos somente quando passamos o dia na Lagoa do Paraíso – porém também mais lentas.

É possível sim fazer bons passeios, mas você chegará mais tarde no retorno (o que deixa mais cansativo, especialmente se estiver com crianças) e também podem não visitar 1-2 atrativos propostos neste roteiro de Jericoacoara por dia.

menino de costas na beira da lagoa cristalina
Curtindo a Lagoa do Paraíso, um dos atrativos mais famosos da região.

Pessoalmente, acho que vale a pena se o objetivo for ir em apenas 1-2 lugares no máximo sua viagem tiver uma duração maior, mas se o seu tempo for curto, vale a pena investir na agilidade com o buggy.

> Jeri é um destino rústico e charmoso, tranquilo e badalado de acordo com o onde você ficar. Existem pousadas para todos os tipos e bolsos na Vila, assim como na região de Jijoca onde estão as lagoas.

O maior agito está no entorno da praça principal de Jeri e não fique nela se quiser sossego, mas algumas quadras para dentro são suficientes para isso. Nessa categoria, as pousadas Villa JeholLa Villa são boas pedidas (a última tem inclusive casas para famílias), e quem desejar uma pegada romântica pode ficar na Casa de Areia.

O tempo de deslocamento da região das lagoas em Jijoca e a Vila é cerca de 1h, e se quiser curti-las por mais tempo, uma alternativa é justamente dividir as estadias e ficar por lá também.

Família em pé em cima de um buggy com praia no fundo
A clássica e clichê foto em cima do buggy: quase todo turista faz!

Só que tem que ser uma pousada completinha já que as opções de restaurantes bacanas são muito menores, e pessoalmente, preferimos e recomendo fazer base na Vila mesmo. Fomos e voltamos 2 dias de lá.

 

Descubra mais do Nordeste em família: Leia também todas as dicas sobre Viagem com crianças à Fernando de Noronha

 

> Você pode chegar em Jeri tanto por Fortaleza, que é um trajeto mais longo de quase 400km, ou como fizemos pelo aeroporto em Cruz, que fica a apenas 40 minutinhos da Vila, em voos diretos de capitais como Belo Horizonte, São Paulo e Recife. Vale bastante a pena se o preço estiver legal.

Sem mais enrolar, vamos ao roteiro em Jericoacoara:

Dia 1: Este é um dia que é melhor deixar mais livre para se instalar, curtir sua pousada, e estando na Vila, fazer algo em seus arredores (pode ser na chegada, no meio entre os outros dois que são mais puxados, como preferir).

Sendo assim, aproveite para curtir sua estadia, ou se já quiser dar uma volta, você pode curtir a Praia da Vila e assistir o fim de tarde na Duna do Pôr do Sol.

Fique atento a tábua da maré, porque se estiver alta não tem tanto como aproveitar (salvo os surfistas e esportistas), mas na baixa tem várias piscinas naturais rasinhas que se forma ali, e achamos o ideal. Fizemos isso e algumos guarda sol com 2 espreguiçadeiras e só ficamos de boa por ali.

E nós pessoalmente gostamos muito da Duna, tanto que voltamos nela porque era gostoso demais curtir o fim de tarde lá. Só tem que preparado para o vento, porque sobe areia, e óculos de sol são bem vindos para não entrar no olho (e se você fica sentado come mais areia também kkk), mas as crianças fizeram dela um parque de diversões: subindo, descendo e rolando sem stress.

Se o ânimo permitir, dá uma voltinha a noite na Vila, que é quando tudo abre e ela ganha vida! São muitas lojinhas, restaurantes e cantinhos pra conhecer nos vários becos (tem esse nome literalmente) e vale dar uma rodada.

mãe com duas crianças em frente aPedra Furada
Pedra Furada: o cartão postal de Jeri

Dia 2: O roteiro em Jericoacora pra valer começa aqui com os passeios, e na verdade, esse dia 2 pode ser dividido em até 3 dias, que no caso é fazer o passeio do Lado Leste com o buggy privativo.

A maioria dos passeios saem entre 9h e 9h30 da manhã, mas fica ao seu critério e recomendo muito sair pelo menos 30 minutinhos antes, porque a quantidade de pessoas nos lugares é muito menor, e você consegue aproveitar tudo mais rápido, com mais conforto e garantir fotos mais vazias!

A primeira parada no lado leste é a famosa Pedra Furada. Este é um símbolo de Jeri, e ela é linda, vale a pena conhecê-la!

Porém, você precisa fazer uma caminhada pela praia de cerca de 30 minutos para chegar até nela, que não é acessível com o buggy até sua entrada.

Contando o tempo para fotos e retorno, você já faz boa parte da manhã nessa parada. Por isso, caso você tenha um dia a mais, eu deixaria para fazer a caminhada por outro caminho, pelo morro do Serrote em outro dia, até pra aproveitar o local com calma.

Com as crianças, fizemos pelo morro em 1h. É puxadinho, mas fomos com calma e muita água (leve garrafinhas) e o esforço compensou foi um dos meus locais favoritos do nosso roteiro em Jericoacoara. Lá não tem estrutura: só tem água de coco pra comprar!

Vá no início ou no final do dia pra não pegar o sol a pino e não use as charretes com os pobres burrinhos, que cortam um pedaço do caminho, mas não é uma atividade bacana com eles não.

mulher sorrinho em frente a lago azul
O buraco azul que caiu no gosto do Instagram

Em seguida, você fará paradas mais rápidas. A primeira é na Árvore da Preguiça, que pela ação do vento fica “deitada” com o tronco que se inclinou, bem curioso. Você ainda fará uma parada rápida no letreiro e vista para a Praia do Preá (mais um pequeno Vilarejo e tem estadias legais ali também).

Então você segue para um lugar que oferecem de maneira opcional (sem custo adicional, mas pelo gosto e tempo do turista mesmo) que é conhecer o Buraco Azul Caiçara.

É um lago na verdade artificial com uma cor bem azulada – apesar de estar um pouco esverdeado quando fomos pela chuva – e ficou famoso inclusive porque muita gente pula de pelo menos 10 metros de um ponto permitido de lá – eu pulei e é alto mesmo!

Pagamos R$20,00 para entrar (crianças isentas) e ficamos cerca de 1h por lá. Tem boa estrutura com mesas e guarda sol e pode encher. Dá pra passar mais tempo se quiser, mas queríamos aproveitar o que vinha a seguir, no caso dois pontos bem famosos: a Lagoa Azul e a Lagoa do Paraíso.

Se você tiver somente um dia, a passagem na Lagoa Azul também é muito rápida, apenas pra apreciar um pouquinho do visual, e você seguirá mais em frente para a Lagoa do Paraíso, que será a última parada para curtir, aproveitar, petiscar e nadar o quanto quiser.

Mas… novamente tem a divisão aqui: tendo um dia a mais, divida o tempo e fique um dia em cada (que na verdade é uma grande lagoa só, mas como tem um período de seca, elas acabam se dividindo em determinados dias do ano).

pai e criança de 4 anos em lagoa azul tranquila
A deliciosa Lagoa azul vale muito ser aproveitada além de apenas ir de passagem

E aqui vai um pulo do gato legal: se optar por dividir, fique então na Lagoa Azul, e você pode ir um segundo dia apenas para a Lagoa do Paraíso. É que as jardineiras fazem o trajeto até ela em grupos, mas não fazem para a Lagoa Azul, que apenas quem está no privativo segue para ela.

Você precisa pagar R$20,00 para fazer uma curta travessia em uma jangada do ponto de acesso do buggy até a base, que tem um restaurante e ali é delicioso pra nadar e aproveitar. Mas… ele faz parte de um complexo que, na continuação, tem um Hotel e um parque aquático, com várias piscinas e tobogãs, e você também tem direito a aproveitá-los. Foi ótimo com as crianças.

Já se for direto para a Lagoa do Paraíso, basta você escolher uma base para curtir a água cristalina da beira da lagoa (foto onde está o pequeno nas informações gerais do post) e boa parte dos turistas opta pelo Alchmist Beach Club, que é pra galera do agito. Não achamos nossa cara e ficamos no restaurante da tranquila Pousada do Paulo, e curtimos um bom cantinho, redes e o marido até fez um passeio de veleiro de lá.

Você volta então no final da tarde, e decide se quer passear a noite na Vila ou descansar.

Dia 3: Aqui será mais um dia movimentado do roteiro em Jericoacoara, com a visita ao Lado Oeste. Este recomendo fazer do jeitinho que ele é, sem aumentar dias, com mesmo tipo de passeio privativo.

mae com duas crianças em rede dentro de lago
Vida mansa no final do passeio do lado Oeste a partir de Jeri

O passeio inicia com a travessia em uma pequena balsa, e com uma visita opcional ao projeto dos cavalos marinhos, com valor a parte de R$20,00.

É uma área na própria natureza no rio, monitorada pelo Icmbio, onde é possível ver os animais. Ali é a casinha deles, e vamos em um pequeno barco, e rapidamente o barqueiro nos mostra os animais, que já retornam para seu cantinho.

Na continuação, passamos por uma área muito bonita, Mangue Seco, onde há várias raízes secas em uma vasta área que se mistura com a areia e o mar. Ali tem vários cantinhos instagramáveis com flores, corações e lugares para fotografar, além de algumas lanchonetes.

A maioria do pessoal faz uma parada rápida justamente pra fotos. A maioria faz a parada na ida, mas preferimos fazer na volta e estava bem mais tranquilo, porém, converse com seu guia sobre a maré, porque de acordo com o com horário o tempo fica mais curtinho também.

Então passamos pelas dunas de Tatajuba, e você escolhe se quer ou não emoção (quisemos) e foi uma verdadeira montanha russa aprovadíssima por nossos pequenos aventureiros também.

 

Não viaje sem Seguro, mesmo no Brasil: Compre com desconto nas seguradoras da Seguros Promo – cupom de 5% TURISMOEMFAMILIA em qualquer opção

 

No final das dunas está a área das atividades radicais: o tobogã na duna e as tirolesas. Paguei R$20,00 pra descer 3x no tobogã com uma pranchinha, e acho (confesso que falhou a memória aqui) a tirolesa ficou R$ 50,00 para descer 3x.

Aí você pode curtir algumas horas em um dos espaços de rede no lago, cadeiras e mesas dentro da lagoa. Basta consumir no local, e comemos alguns petiscos. Há também boias enormes, paddle e atividades aquáticas em uma lagoa que é rasa na maior parte dela, bem tranquila.

mulher sorrindo em primeiro plano com palmeira quase enterradas pela duna no fundo
A diferente Barrinha pode ser um bônus

Se sobrar tempo: um lugar que encaixamos após visitar a lagoa do Paraíso foi a Barrinha. É um vilarejo bem rústico com um ar de mistério, já que a areia invadiu parte de muitas casas! Tem inclusive várias palmeiras soterradas em parte da duna, e caso esteja no privativo é possível ir até uma usina eólica.

Pra finalizar então, vou colocar então algumas sugestões de roteiro em Jericoacoara, e como foi o nosso, pra você se planejar de acordo com os dias que tiver, e claro: ainda tem mais alguns locais que você pode explorar, mas estes achei os melhores para nossa família :

 

3 DIAS

Dia 1: Praia da Vila (se desejar caminhar até a Praia Malhada, que é vizinha), Duna do Pôr do Sol e Passeio noturno na Vila e seus becos, restaurantes e comércios;

Dia 2: Passeio Leste com Pedra Furada, Árvore da Preguiça, Praia do Preá, Buraco Azul, Lagoa Azul e Lagoa do Paraíso;

Dia 3: Passeio Oeste com Projeto Cavalo Marinho, Mangue Seco, Dunas de Tatajuba e Lagoa de Tatajuba

 

4 DIAS

Dia 1: Praia da Vila (se desejar caminhar até a Praia Malhada, que é vizinha), Duna do Pôr do Sol e Passeio noturno na Vila e seus becos, restaurantes e comércios;

Dia 2: Passeio Leste com Árvore da Preguiça, Praia do Preá, Buraco Azul, Lagoa Azul e Lagoa do Paraíso;

Dia 3: Caminhada pelo Morro do Serrote até a Pedra Furada, curtir a Praia da Vila e Duna no final do dia ou sua pousada

Dia 4: Passeio Oeste com Projeto Cavalo Marinho, Mangue Seco, Dunas de Tatajuba e Lagoa de Tatajuba

 

5 DIAS

Dia 1: Praia da Vila (se desejar caminhar até a Praia Malhada, que é vizinha), Duna do Pôr do Sol e Passeio noturno na Vila e seus becos, restaurantes e comércios;

Dia 2: Passeio Leste com Árvore da Preguiça, Praia do Preá, Buraco Azul e Lagoa Azul

Dia 3: Caminhada pelo Morro do Serrote até a Pedra Furada, curtir a Praia da Vila e Duna no final do dia ou sua pousada

Dia 4: Passeio Oeste com Projeto Cavalo Marinho, Mangue Seco, Dunas de Tatajuba e Lagoa de Tatajuba

Dia 5: Lagoa do Paraíso + Barrinha no final do dia;

Nossa viagem foi este último roteiro com um dia extra que acabamos fazendo um reconhecimento de área e passeamos de dia na Praia da Malhada, e no dia que chegamos nós almoçamos na praia do Preá e acabamos ficando um pouquinho só pra aproveitá-la.

Partiu Jeri?

Vai viajar? Acompanhe as dicas para famílias no Instagram @turismoemfamiliablog ou no pinterest.com/turismoemfamilia e use os nossos parceiros! Você me ajuda a continuar produzir conteúdos bacanas e não paga mais por isso. Aliás, até ganha descontos! Todas as vantagens estão  neste link Descontos e Benefícios

E se você trabalha com Turismo, também posso te ajudar Inovação, Marketing Digital e Base Técnica no segmento! Conheça minhas mentorias e capacitações, e todo meu portfólio no Menu Profissional.

 

Written by Flávia Sphair

Flávia Sphair, muito prazer! Sou Turismóloga, Viajante, Esposa, Mãe de 2 e a Blogueira por trás do Turismo em Família. Acredito que viagens e passeios proporcionam momentos e experiências únicas com que mais amamos, e minha missão aqui é ajudar famílias a viajarem mais e melhor, e também empresas do ramo a recebê-las da melhor forma possível, com consciência, respeito e empatia!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.