in , ,

13 Passeios Gratuitos com Crianças em Curitiba/PR

menino dentro de museu de história natural olhando um cenário de floresta

Se tem uma coisa boa na capital do Paraná é que existem muitos Passeios gratuitos com Crianças em Curitiba. A cidade é super kids friendly, e tem excelentes opções para curtir com os pequenos, e tudo isso de graça! Eu moro aqui e te digo: vale a pena demais!

Claro que alguns atrativos icônicos, também sem custos de acesso, podem fazer parte de sua viagem. Porém esta seleção destaca os lugares mais interessantes para a família toda.

Como a maioria dos atrativos está em áreas naturais, vale a pena ter repelente e água na bolsa, além de protetor solar – se você vier no verão (apesar de que aqui o friozinho é bem mais comum).

Bora conhecer as melhores alternativas de passeios gratuitos com crianças em Curitiba?

1. Bosque Alemão: Um passeio que não pode faltar em qualquer roteiro na cidade, mas imperdível com crianças, é percorrer o Bosque que conta a história de João e Maria, em vários painéis ao longo da caminhada. Você deve primeiro ir até a área do Oratório de Bach – aproveite para comer uma quiche ou torta da deliciosa confeitaria que tem ali – e depois de curtir um bela vista da cidade, descer a escadaria e percorrer o bosque lendo os painéis lúdicos da história!

Bruxa de histórias com criança
As bruxas boas são as melhores contadoras de histórias, no bosque alemão.

Bem no meio do bosque está a Casa Encantada, ou mais conhecida como Casa da Bruxa, que fora os tempos de pandemia, tem contação de histórias aos finais de semana e feriados às 11h, 14h e 16h (e as bruxas boazinhas são incríveis). O espaço é uma biblioteca infantil similar aos Faróis do Saber e livros podem ser emprestados e devolvidos ali ou em qualquer Farol da cidade.

 

Já sabe onde se hospedar em Curitiba? Se ainda não, confira aqui uma lista de Hotéis em Curitiba e Região Metropolitana e escolha sua melhor opção!

 

2. Biblioteca Pública do Paraná: Bem no centro de Curitiba, a Biblioteca tem uma área inteira dedicada as crianças. Os livros são separados por faixas etárias, com mesinhas e cadeiras infantis, almofadas e espaços bem aconchegantes.

Em alguns dias e horários específicos, considerando tempos sem pandemia, também há contação de histórias, de manhã e de tarde, pela equipe da biblioteca. Estivemos em uma delas e foi sucesso com nossa turma!

3. Bosque Reinhard Maack: Este bosque fica mais distante do centro, na divisa dos bairros da Vila Hauer e Boqueirão, mas vale muito a pernada. Fica aberto ao público somente aos finais de semana e feriados por se tratar de uma área de conservação.

O bosque possui uma trilha de aventuras, com 16 obstáculos e desafios para serem realizados pelas crianças, incluindo uma escada de cordas para tocar um gongo, um paredão de troncos no estilo escalada para atravessar, um alto escorregador e muito mais. A criançada ama!

Criança passando por obstáculo em bosque
Um dos obstáculos do bosque: muita alegria com a turma!

Dica: não há lanchonetes os locais para comer nas proximidades. Vale levar um lanchinho na bolsa, fazer um piquenique, e principalmente uma garrafinha de água!

4. Parque Barigui: Considero o Barigui a “praia do curitibano” afinal é um dos maiores e mais bem frequentados parques da cidade, e nele há uma grande área verde, ciclovias e espaços específicos para prática de esportes, assim como quiosques, carrinhos e lanchonetes, e também várias churrasqueiras pra passar o dia no parque.

O Parque Barigui é boa pedida para levar patins, patinete, bicicleta, skate  e quaisquer equipamentos similares, e rodar todo o parque. Você até encontra alguns pequenos núcleos para, por exemplo, um pista só de patins.

Pra quem desejar, na entrada do parque próxima ao Museu do Automóvel, pela Av. Cândido Hartmann, é possível alugar uma bike – tradicional ou elétrica – para dar uma boa volta por todo o parque. Ali também tem bicicletas com cadeirinhas infantis. Depois do passeio, vale tomar uma água de coco ou caldo de cana geladinho bem ao lado do espaço de locação.

5. Museu de História Natural – Bosque Capão da Imbuia: Este é um espaço tranquilo e gostoso para uma manhã ou tarde, em dois atrativos: o primeiro, e principal, é um pequeno, mas não menos interessante, museu de história natural, onde é possível conhecer alguns animais e reproduções de suas faunas nativas. Tem ainda uma simpática “calçada da fama animal” com patinhas de várias espécies na entrada do museu.

crianças ao lado de painel com fotos de aves
Meninos aprenderam bastante no museu!

O segundo atrativo é apenas uma caminhada para respirar um ar puro e curtir a natureza, em uma passarela suspensa entre a mata, onde você pode circular o bosque em uma pequena trilha de 400m, é muito gostoso!

 

Leia também: Roteiro especial de 3 dias com crianças em Curitiba, por uma mãe Curitibana

 

6. Gibiteca: Este simpático espaço de literatura de quadrinhos reúne uma imensidão de títulos em gibis de todos os tipos, e de muitas épocas diferentes, até o momento atual.

crianças em mesa olhando estantes de gibis
As estantes estão cheias dos mais variados tipos de gibis.

A Gibiteca, que está bem no centro de Curitiba, e perto do Cine Passeio/Passeio Público, possui coleções inteiras de gibis tradicionais, como as histórias da Turma da Mônica, até relíquias antigas, como os históricos quadrinhos do Recruta Zero, incluindo suas primeiras edições.

7. Passeio Público: Um parque bastante tradicional da cidade, estava um pouco esquecido receber algumas melhorias e revitalizações em 2020, se tornando novamente mais atrativo, sediando uma edição do tour drive thru de natal.

O Passeio Público é um espaço com lagos, pontes e inclusive uma espécie de mini zoo, com algumas aves. Ali também está o Coreto Digital, um coreto com uma tela 360º e que exibe filmes ao público em datas programadas pela prefeitura. Há vários espaços verdes, um bom parquinho, e ciclovias.

8. Museu e Praça do Expedicionário: Que tal contar e mostrar a história de verdadeiros heróis de nossas vidas? Pois bem, este é sim um bom passeio para a família em um espaço que homenageia os expedicionários da Segunda Guerra Mundial. Na praça em frente ao museu há um exemplar de um avião de guerra e um tanque, que já fazem a alegria da criançada.

réplica de avião de guerra com museu ao fundo
Praça e Museu do Expedicionário: Os meninos adoraram!

Dentro do museu, que costuma funcionar somente a tarde – fique atento aos horários – há uma infinidade de objetos como uniformes, mapas, medalhas, e inclusive equipamentos de guerra. Há inclusive uma área bacana de quadrinhos de histórias da FEB que eram publicadas na época da guerra.

9. Bondinho da Leitura: O simbólico bondinho, que está bem em frente ao Palácio Avenida na Rua XV, somente para pedestres, é um ponto de encontro central e que abriga uma mini biblioteca também, com vários títulos infantis. É boa pedida passear e fazer compras no centro, e deixar as crianças irem no bondinho para curtir um pouco de leitura.

Antes da pandemia, aos sábados, a prefeitura oferecia oficinas de pintura e algumas brincadeiras ao lado do bondinho, assim como em alguns pontos do centro, todas gratuitas. O negócio é torcer para elas retornem após a vacinação contra a covid19.

10. Zoológico: Ir até o Zoo é um dos Passeios gratuitos com Crianças em Curitiba que podem render o dia todo. Ele fica na divisa com o munícipio de São José dos Pinhais e seu acesso é um pouco distante, mas a área é enorme. O Zoológico possui várias espécies animais, incluindo leão, girafas, macacos, vários felinos e muitas aves.

Ainda que nos finais de semana existam alguns vendedores ambulantes na entrada, é bom ter água e algum lanche na bolsa, pois não há outros estabelecimentos próximos no local. Uma boa dica é visitar o zoo em dias de clima ameno – nem muito quente e nem muito frio, pois os animais ficam mais a vontade para circular e “não se escondem” em áreas de sombra ou contra o frio.

11. Museu Ferroviário: Localizado dentro do shopping estação, é um pequeno espaço onde é possível aprender um pouquinho mais sobre a antiga estação ferroviária que fazia parte de onde está o próprio shopping atualmente.

réplica de trem
A réplica de trem chama a atenção no museu ferroviário.

No museu é possível ver alguns objetivos de antigos ferroviários, especialmente relacionados a história das ferrovias do Paraná, como quais produtos eram transportados, rotas, etc.

12. Parque Vista Alegre: Este é um cantinho ainda pouco conhecido, mas ótimo para ir família, porque é sempre muito tranquilo, mesmo em finais de semana ensolarados. O parque Vista Alegre possui uma pequena cachoeira que pode ser apreciada de um deck ou do gramado ao lado – já fizemos piquenique lá.

Também possui um parquinho e madeira, e dois estacionamentos. Por estarem sempre tranquilos, levamos giz para desenhar no chão, e as bicicletas, para ensinar as crianças a andarem.

13. Bosque da Fazendinha: Fica no bairro de mesmo nome e possui trilhas, parquinho , quadras de esportes, porém, o espaço mais interessante é um circuito educativo de trânsito, com seus principais símbolos e estruturas, ou seja, uma mini cidade com placas, calçadas, semáforos, faixas de pedestre, etc. Vale levar a bicicleta e ensinar brincando todos os conceitos do trânsito em um espaço totalmente seguro para os pequenos.

E aí, conheciam todos estes Passeios gratuitos com Crianças em Curitiba? Gostaram da seleção? E olha que tem mais alguns espaços que não mencionei aqui, mas a cidade sempre tem muita coisa boa!

E não é só por aqui que tem coisa boa de graça, mas no Brasil e no mundo também tem muitas outras boas opções e vou deixar algumas dicas de outros blogs!

No Brasil, temos dicas de Passeios Gratuitos com Crianças em Belo Horizonte pelo pessoal do Expedições em Família; de Gramado e Canela no Blog Felipe – O pequeno Viajante; e de São Paulo, especificamente as Opções Gratuitas na Avenida Paulista pela família do Entre Mochilas e Malinhas.

Já no mundo, as dicas ficaram pelo pessoal do Viajo com filhos, e suas dicas gratuitas com crianças em Lisboa, também dicas preciosas de Passeios Gratuitos com crianças em Paris pela família do 6 Viajantes.

Agora não tem motivo para não viajar, passear e aproveitar com tanta opção de graça por aí. A verdade é que dá pra fazer viagens inteiras em atrativos sem custo, e colecionar lindas memórias com a turma toda!

Vai viajar? Acompanhe as dicas para famílias no Instagram @turismoemfamiliablog ou no pinterest.com/turismoemfamilia e use os nossos parceiros! Você me ajuda a continuar produzir conteúdos bacanas e não paga mais por isso. Aliás, até ganha descontos! Todas as vantagens estão  neste link Descontos e Benefícios

E se você trabalha com Turismo, também posso te ajudar Inovação, Marketing Digital e Base Técnica no segmento! Conheça minhas mentorias e capacitações, e todo meu portfólio no Menu Profissional.

 

Written by Flávia Sphair

Flávia Sphair, muito prazer! Sou Turismóloga, Viajante, Esposa, Mãe de 2 e a Blogueira por trás do Turismo em Família. Acredito que viagens e passeios proporcionam momentos e experiências únicas com que mais amamos, e minha missão aqui é ajudar famílias a viajarem mais e melhor, e também empresas do ramo a recebê-las da melhor forma possível, com consciência, respeito e empatia!

13 Comments

Leave a Reply
  1. Eu amo Curitiba e já passei um feriado prolongado muito gostoso com as crianças por lá. Adorei saber mais sobre os passeios gratuitos – da lista só conheço o Barigui, o Passeio Público e o Bosque Alemão.

  2. Ler esse post aumentou minha certeza de que tenho que levar as crianças para conhecer Curitiba! Adorei essas opções de passeios gratuitos! Essa gibiteca é demais!

  3. Irei na Semana Santa para Curitiba. Como está o funcionamento desses locais com a pandemia e o lockdown?

    • Juliana, é difícil ter certeza de como estará até a semana santa, já que tudo é muito inconstante. Porém, os parques e bosques em geral são mais fáceis de estarem abertos, salvo se estiver ainda com uma restrição mais severa. Já os espaços fechados, como museus, biblioteca e gibiteca , acho difícil estarem abertos em tão pouco tempo e não contaria com eles.

  4. Curitiba é uma das minhas capitais preferidas e sou apaixonada pela cidade. Curti bastante a cidade, mas descobri que não consegui aproveitar todas as opções gratuitas. Vou guardar seu texto pra próxima viagem. Amei. Obrigada.

One Ping

  1. Pingback:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.