in ,

La Dolce Vita Park Hotel, São José dos Pinhais/PR – Review de Hospedagem

piscina e chalés do La Dolce Vita Park Hotel
piscina e chalés do La Dolce Vita Park Hotel

Conhecemos o La Dolce Vita Park Hotel em São José dos Pinhais/PR em um final de semana despretensioso e raro por estarmos livres. Na correria do dia a dia, quando surge uma oportunidade, é bom deixarmos os afazeres e preocupações diários e tirar um tempinho para curtir em família. Maridão não tinha essa disponibilidade, mas eu poderia ir com as crianças, e assim fizemos.

O La Dolce Vita Park Hotel fica em um acesso bem fácil a partir de Curitiba. Ele está na própria BR-376 sentido Curitiba – Santa Catarina poucos quilômetros depois da saída da parte urbana de São José dos Pinhais. Na própria estrada há várias placas indicando a entrada, e assim que pega o acesso para ele, são menos de 5 minutos para chegar no Portão de Entrada.

Escadaria do La Dolce Vita Park Hotel - não pode faltar a foto
Escadaria do La Dolce Vita Park Hotel – não pode faltar a foto

Ao chegar no local, você já vê os chalés e os espaços comuns em meio as típicas araucárias paranaenses. Nós viemos em um dia friozinho, e mesmo assim ele continuou muito charmoso. E apesar de estar na beira da rodovia, não achei ele barulhento, afinal a área de bosque é a parte mais próxima da estrada, e os quartos em geral estão do outro lado da estadia – não ouvi nada de carros ou caminhões a noite.

O check-in é feito em um horário menos comum que o habitual: a partir das 18h00, sendo o check-out até as 16h, um excelente horário para quem vem só no fim de semana ou depois de um dia de trabalho. Chegando na recepção você verá o cartão postal do hotel: uma escadaria que é a cara de foto do Instagram, com várias inscrições de incentivo em cada degraus como “Ame mais”, “Viva Intensamente” entre outras. Claro que fizemos nossa foto lá!

O La Dolce Vita Park Hotel possui apartamentos e chalés, onde nos hospedamos. Os quartos dos chalés não são tão grandes – digo porque o espaço não é tão amplo – mas como tem uma antessala com uma cama, ele comporta bem 4 pessoas, sendo 1 cama de solteiro junto a esta sala (que tem frigobar e uma mesinha com cadeira), e no quarto uma de casal e outra de solteiro.

Os meninos tiveram a folga que sempre quiseram pra dormir com a mãe e raramente conseguem: juntamos as camas do quarto e eu fiquei no meio, e eles adoraram.

 

Se gostou, já reserve! Link para o La Dolce Vita Park Hotel

 

Quarto do Chalé, ainda tem mais uma cama no outro ambiente
Quarto do Chalé, ainda tem mais uma cama no outro ambiente

No quarto possui armários, televisão com TV aberta e ar condicionado, e muitas tomadas com um espaço acima para os celulares da família toda.

Tem um banheiro com kit de higiene (shampoo, condicionador e sabonete) e um detalhe: o registro de água quente é da cor vermelha, afinal, quem nunca ficou na dúvida em qual é o lado quente e frio?

Nas áreas comuns, a estadia conta uma série de opções de lazer. Bem no meio do espaço possui uma pequena piscina externa, um salão de jogos adulto com mesa de sinuca, uma mesa de carteado, e uma mesa de pinbolin.

Anexo a isso também está a brinquedoteca, um dos lugares que passei a maior parte do tempo. O espaço é pequeno, mas deu pra aproveitar legal, já que tinha uma casinha de brinquedo, uma piscina de bolinhas, um mini escorregador, uma mesinha para pintar, alguns brinquedos como quebra cabeças e carrinhos, além de um fliperama com vários jogos dos anos 90 e que faz mais sucesso entre os maiores.

Brinquedoteca do La Dolce Vita Park Hotel
Brinquedoteca do La Dolce Vita Park Hotel e um André feliz brincando

Ali também estava algo curioso e interessante: uma cadeira de massagem. Ela é gratuita e enquanto as crianças brincam, os pais podem sentar e relaxar um pouco no mesmo ambiente. Achei a ideia genial, mas detalhe que as crianças também quiseram ficar na cadeira, e tem apenas uma, o que pode ser concorrido em finais de semana mais movimentados.

A área externa também tem um outro lado com a piscina maior ao ar livre (foto da capa do post), um parquinho em madeira bem agradável, uma casa de bonecas – só o que tamanho dela é bem maior que o comum – e uma cama elástica grande. Deu vontade de aproveitar mais, só que ali ficamos pouco, já que estávamos no inverno, e já pensei em como ir no verão.

Então o jeito foi aproveitar o que podíamos curtir no frio no La Dolce Vita Park Hotel. Ali as crianças ainda correram e brincaram em uma pequena área de bosque, que deu pra aproveitar mesmo um pouco molhado. A chuva deixou outras duas áreas bacanas molhadas que não pudemos curtir: uma quadra de futebol de gramado, e outra quadra de piso com cesta e gol, sendo que havia bolas disponíveis para empréstimo. Mas tudo bem, porque fomos então curtir a piscina térmica interna.

Quando você acessa esta área, há uma academia pequena, mas com equipamentos comuns e adequados. A porta de acesso a piscina – assim como para a sauna que também tem lá – está bem ao lado, e antes de entrar, não esqueça de passar na recepção e pedir um roupão pra vocês Eles disponibilizam sem custo adicional,  e inclusive tem tamanho infantil. Eu e o Mateus usamos, e só não deu pro André, porque ele ainda era muito pequeno, e ficou grande demais, mas levei o dele.

 

Leia também: Opções de Hotel para Famílias em Curitiba

 

Piscina interna. Do outro lado está a hidro.
Piscina interna. Do outro lado está a hidro.

A área de piscina tem tanto uma hidromassagem, como a piscina em si. A hidro estava com a água mais fresquinha (não gelada, mas morna) , já a piscina estava bem mais quente, o que eu pessoalmente gosto. Uma das coisas bem legais ali é que tinham vários itens para empréstimo, pra deixar a brincadeira mais divertida, incluindo boias de braço, pranchinhas de natação e bolas.

Os meninos brincaram demais ali, e nos divertimos muito. Foi um entra e sai de uma pra outra pelo André que não acabava mais. O Mateus nadou bastante e usava os artigos de empréstimo para fazer corridas de quanto tempo chegava para pegar os objetos quando ficavam na água. Foi bem divertido.

Por fim, falo de alimentação. O La Dolce Vita Park Hotel possui sistema de pensão completa – todas as refeições inclusas exceto as bebidas, e comemos em todas elas. A alimentação de modo é geral é simples, mais similar a um buffet de dia a dia, e aviso para não criar grandes expectativas de refeições mais refinadas, é um estilo mais básico.

No dia do jantar, havia uma sopa e uma carne, que estava muito boa, e fizeram um rodízio de pizza com cerca de 5 sabores. Era uma massa não muito fininha, daquelas antigas de casa, e pro meu paladar achei ok, e a janta não foi a minha favorita. Porém, o pessoal da cozinha se preocupou e perguntavam se queriam alguma coisa diferente, até porque o André ainda era muito pequeno e nem toda criança como algo assim. Uma das meninas foi super atenciosa com ele.

Já o café da manhã e o almoço eu gostei mais. O café da manhã era um padrão similar aos hotéis executivos que existem em muitas cidades: variedade de frutas, pães e bolos, frios, iogurtes, café, chá e leite, cereais e alguns doces. Destaco o croissant de chocolate que comi, porque estava muito gostoso mesmo.

Já o almoço teve salada verde, tomate e legumes, arroz e feijão, um risoto bem gostoso, mais duas guarnições, carne e frango, e 2 opções tanto de massas como de molhos. Também tinha 4 opções de sobremesa. Gostinho de comida de casa, e estava bom.

Aqui vão mais algumas fotos do La Dolce Vita Park para vocês conhecerem:

A antessala com cama do outro ambiente do chalé (e nossas coisas junto)
A antessala com cama do outro ambiente do chalé (e nossas coisas junto)

 

Mateus circulando entre os chalés e araucárias
Mateus circulando entre os chalés e araucárias

 

Casa de Boneca e Cama Elástica
Casa de Boneca, Cama Elástica e Parque em Madeira, pertinho da piscina

 

Parte do buffet do almoço
Parte do buffet do almoço

 

Vista Geral e estacionamento
Vista Geral e estacionamento

Por fim, aproveitamos bastante o La Dolce Vita Park em nossa estadia de um dia, que mesmo não sendo um hotel fazenda (o que muitos podem pensar, mas não é o caso, e nem tem animais) fez sucesso entre as crianças. Antes de sair, já me perguntaram quando iríamos voltar, e que queriam vir junto com os primos. Vale sim pra uma reunião de família, Que tal curtir todos vocês também?

Vai viajar? Acompanhe as dicas para famílias no Instagram @turismoemfamiliablog ou no pinterest.com/turismoemfamilia e use os nossos parceiros! Você me ajuda a continuar produzir conteúdos bacanas e não paga mais por isso. Aliás, até ganha descontos! Todas as vantagens estão  neste link Descontos e Benefícios

E se você trabalha com Turismo, também posso te ajudar Inovação, Marketing Digital e Base Técnica no segmento! Conheça minhas mentorias e capacitações, e todo meu portfólio no Menu Profissional.

 

Written by Flávia Sphair

Flávia Sphair, muito prazer! Sou Turismóloga, Viajante, Esposa, Mãe de 2 e a Blogueira por trás do Turismo em Família. Acredito que viagens e passeios proporcionam momentos e experiências únicas com que mais amamos, e minha missão aqui é ajudar famílias a viajarem mais e melhor, e também empresas do ramo a recebê-las da melhor forma possível, com consciência, respeito e empatia!

One Comment

Leave a Reply

One Ping

  1. Pingback:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.