in , , ,

O que fazer em Itu e Salto/SP: Roteiro de 2-4 dias que vai te surpreender!

Casarão gostoso do Museu da Energia
Casarão gostoso do Museu da Energia

Se você pensar em o que fazer em Itu e Salto, pertinho da capital, você pode não ter muitas ideias de início, mas vai se surpreender com um roteiro completo e gostoso por lá!

As duas cidades estão encostadas uma na outra, e ficam a menos de 100km sentido interior do estado, o que é aproximadamente 1h30 de viagem de carro

Você pode até mesmo pegar um final de semana, de carro, saindo no fim de tarde de sexta, ou um feriadinho, que super vale a pena, e tem programas para vários gostos: cultural, natureza e uma boa dose de diversão que vai bem mais além dos famosos exageros, que deram fama à cidade “das coisas grandes”.

Pra você ter uma noção de o que fazer em Itu e Salto, vale considerar que Itu tem áreas verdes e uma fazenda cheia de opções, um centro histórico e uma importância cultural super importante em relação ao início da república no Brasil, e vários parques infantis, além de boas hospedagens para famílias.

Quarto Família do Hotel Gandini
Um pedacinho do delicioso Quarto Família do Hotel Gandini

Já falando sobre isso, apesar de as duas cidades estarem apenas uns 7km uma da outra, o ideal é se hospedar em Itu, que tem uma oferta melhor e bem mais variada. Nesse caso, tenho duas indicações de estadia.

e quiser explorar mais a cidade e ter um local agradável para dormir e passar o fim de tarde /noite (foi nosso caso) uma opção excelente foi o Hotel Gandini, e foi uma das estadias que mais gostei na vida! O Gandini tem um quarto família todo decorado para crianças, inclui apenas o café da manhã, mas tem um ótimo buffet de almoço e jantar, tem piscina e jacuzzi e ainda sala de jogos e um espaço de brincar muito gostoso.

 

Leia aqui o Review Completo de nossa estadia no Hotel Gandini

 

Porém, se quiser conhecer apenas alguns lugares específicos, mas desejar aproveitar bastante o próprio hotel – e investir para isso – com aquele tempo para um casal enquanto os filhos se divertem com monitores, o Novotel Itu Golf & Resort é a sua opção. Ele foi inaugurado em 2018 e tem toda estrutura para isso, com pacotes de refeições inclusas, conforto e muita “moleza”. Tem muitas piscinas, ótimos quartos e toda aquela estrutura que o pessoal gosta de resort.

Dadas as recomendações de onde ficar, agora é hora de falar o que fazer em Itu e Salto, neste roteirinho bem gostoso!

Tem dinossauros em Salto no Parque da Rocha Moutoneé
Tem dinossauros em Salto no Parque da Rocha Moutoneé

Dia 01 > Já considerando que a viagem começa em um fim de tarde e você já estará na cidade pela manhã, tome um bom desjejum e já se mude de cidade, vocês vão começar por Salto!

Recomendo fazer dois atrativos principais, que são bem próximos um do outro. O primeiro é uma visita rápida, e que vai agradar as crianças: o Parque da Rocha Moutonée.

Nele, há estacionamento e uma pequena lanchonete, e em menos de 1h você conseguem fazer com bastante calma todo o local. A entrada é gratuita.

O parque tem um caminho demarcado, sendo que a primeira parte dele, a mais curta, é justamente para ver a rocha que dá nome ao local. Não é surpreendente, mas é bacana de conhecer, mas a melhor parte vem agora.

Na continuação do parque, você então verá a trilha que leva aos dinossauros! O parque da Rocha Moutoneé tem várias réplicas de dinossauros, e alguns inclusive com sons. Tricerátops, estegossauro e o famoso Rex são alguns deles, em partes diferentes do parque. Os dinossauros não podem ser tocados, há uma cerca limite, mas é bem legal vê-los e conhecê-los, meus meninos gostaram, e já vai deixar as crianças animadas.

Depois do parque, são poucos minutos para você sair dele e chegar ao centro, onde você poderá conhecer o Memorial do Rio Tietê. Antes de chegar nele, existe uma ponte estaiada, e há um elevador gratuito para ter uma vista panorâmica, uma das opções de visita, e tem como estacionar próximo dela (porém nós não subimos), fomos direto para o memorial.

Vista do Memorial do Rio Tietê
Vista do Memorial do Rio Tietê

É um lugar interessante onde existem alguns mirantes e uma ponte pêncil, e algumas fotos e fatos que mostram a história e construção do espaço. Existe uma pequena cachoeira e é um lugar bonito, mas pena que ainda sofre com a poluição de São Paulo. Na área da cachoeira você não enxerga o lixo, porém, basta passar alguns metros disso e você verá especialmente garrafas plásticas e tampinhas. Pode ser que o cheiro também esteja um pouco forte, mas quando fomos era sutil.

Mas vale ir mesmo assim? Com certeza, porque além de ter sua beleza, é uma oportunidade que temos ensinar sobre educação ambiental aos nossos filhos, e como podemos proteger a natureza, e foi bacana sim.

Nós estacionamos próximo do memorial na praça do marco zero, e tem uma estátua em homenagem aos fundadores, e ela é bonita, assim como uma igreja, mas não visitamos, e já se encerra a parte de Salto.

Já estará próximo da área do almoço, então você pode comer ou ali, mas recomendo já voltar para Itu, e se quiser praticidade, bem na entrada da cidade já está o Plaza Shopping Itu que tem tantos as opções comuns variadas como o Mantovani Ristorante, ou então pode até mesmo partir direto para o próximo passeio e almoçar lá mesmo.

 

Esta é uma boa viagem pra fazer de carro! Se precisar, alugue o seu com os melhores preços do mercado consultando este link!

 

Agora você vai aproveitar o que fazer em Itu com uma boa dose de diversão. Vá curtir o Parque Maeda, um complexo de lazer cheio de atividades para todos os públicos. Ele tem opções bem variadas de diversão e passaportes e combo de ingressos com preços variados (entre no link para ver valores atualizados). Isso inclui pesca, trenzinho, parque aquático no verão, passeio de cavalo, jardim japonês, arvorismo, parquinho e muito mais. O acesso as atrações mais bacanas é feito via teleférico.

Minha recomendação depois é voltar e jantar no próprio Hotel Gandini, mesmo que você não esteja hospedado lá. Eles fazem algumas noites temáticas como festival da parmeggiana, ou algum cardápio típico regional, e o preço por pessoa é bem camarada (nós pagamos 35,00 por pessoa e não hóspedes era 39,00) incluindo bebidas e sobremesa – com uma máquina de sorvete a disposição!

Dia 02 > Há muitos lugares para passear, então se interessar, levante cedo e faça o maior número possível deles na Região Central. incluindo os lugares que tem os famosos objetos gigantes de Itu.

Itu: o Violão e onde tudo mais pode ser gigante!
Itu: o Violão e onde tudo mais pode ser gigante!

 

São vários atrativos pertinho uns dos outros, então a ordem específica fica ao seu critério, mas aqui vão algumas opções que conhecemos, e você pode escolher para a parte da manhã as que mais interessar:

* Museu Republicano: talvez você não tenha ideia, mas Itu foi a cidade onde o partido republicano começou a tomar forma, é tem grande importância histórica neste período de nosso país. Foi lá que ocorreu a Convenção de Itu, que reuniu muitos líderes da época para a derrubada da monarquia.

É um casarão super bonito, com destaque para a parede de azulejos na entrada do museu, e ambientes bem decorados, além de ter muitos objetos interessantes.

Um sapatão pro pequeno!
Um sapatão pro pequeno! Uma das lojas “exageradas” de Itu.

* Lojas da praça central e prédios históricos: a praça em si é pequena e estava inclusive em reforma quando passamos, mas ao seu redor é onde estão todas as lojas dos “produtos de Itu”, isto é, onde tudo é grande! Isso inclui canetas, lápis, chupetões, moedas, escovas e uma infinidade de artigos divertidos e diferentes, nós demos muita risada e trouxemos uma caneta pra casa. Há lojas em toda volta da praça.

Nestas lojas você também encontra o famoso picolé de Itu, e o ituzinho, que são super famosos, e já acho o ituzinho grande, quanto mais o tamanho padrão! Não é saudável, é saborzão artificial, mas não dá pra negar que é divertido.

Apesar da fama, o centro na verdade é cheio de casinhas bacanas e históricas, e tem pelo menos 3 igrejas bem bonitas. Vale a pena caminhar nas ruas, mas saiba que são um pouco estreitas, e tem lojas e movimento de centro, por isso, tome cuidado.

Nós passeamos e vi muitas casas antigas bem bonitinhas, renderam várias fotos. Entre um dos casarões históricos dali está nossa próxima sugestão de o que fazer em Itu: o museu da energia.

* Museu da energia: ele não é um espaço muito grande, são dois pisos, e a exposição fica no piso superior. No inferior em geral estão programações diferenciadas e exposições temporárias, mas tem um bonito jardim externo bem agradável de admirar.

Eu e André no Museu da Energia em Itu
Eu e André no Museu da Energia em Itu

O museu da energia faz basicamente uma progressão da história da energia. Mostra a diferença que a luz elétrica fez e faz principalmente hoje na vida das populações.

Uma das partes mais interessantes são maquetes de casas de diferentes épocas e décadas, e como elas eram equipadas, que tipos de aparelhos existiam e como mudou de tempos em tempos.

Nas férias, havia programação para as crianças. O ingresso é bem barato e pagamos R$ 2,00 e R$ 4,00 – crianças menores de 7 anos, idosos acima de 60 e professores não pagam. As quartas é gratuito.

* Praça dos Exageros: Quando estivemos lá, ela infelizmente estava em reforma, mas até demos uma passada pra ver como as coisas andavam e não estava com grandes obras, mas cabe ressaltar que existe um local que dá a fama à cidade e em breve deve estar pronto novamente.

Mesmo que você não consiga acessar a praça, como nós, só o fato de visitar as lojas já vale a pena, já foi bem divertido.

Cidade da Criança: Este é um espaço gratuito com muitos brinquedos mesmo para as crianças brincarem. Quando fomos, alguns deles estavam interditados e precisavam de certa manutenção, mas havia outros que estavam bons para brincar. Há uma lanchonete e para os pequenos é uma opção sem custo de diversão.

Mateus feliz no Parque do Varvito
Mateus feliz no Parque do Varvito

Parque do Varvito: O nome do parque vem devido a uma rocha que faz parte dele, e tem alguns paredões com esta composição. É um espaço verde bem agradável, tem uma pequena cachoeira e parquinho também, e o parque é bem grande. O Mateus correu bastante lá e encontrou um amigo para brincar no parquinho.

Destes que mencionei, dá pra fazer uns 3 ou 4, dependendo da hora de almoço que vocês queiram curtir, mas vocês vão cruzar para o outro lado da rodovia e sugiro almoçar e curtir uma tarde gostosa no último grande atrativo de o que fazer em Itu e Salto, a Fazenda do Chocolate.

Este lugar tem acesso bem fácil e totalmente asfaltado (a estrada fica nas margens do rio Tietê). Eles abrem ao longo da semana, mas no fim de semana é quando movimenta mais e tem almoço colonial, e mais atividades.

O que sempre está a disposição é a loja da entrada e um grande aquário, o espaço de lago com carpas, e vários animais de fazenda para ver, tinha algumas vacas, patos, cavalos e até lhamas vimos!

 

Veja também: Post completo da Fazenda do Chocolate de Itu

 

A entrada na fazenda, assim como o estacionamento, são gratuitos, mas no final de semana há atividades pagas a parte, como passeio de trator, passeio caipira, produção de chocolate, passeio de pônei, entre outros.

Encerre o dia com a piscina do Hotel e jantando por lá mesmo, ou então é hora de pegar as malas e voltar para casa!

Quer estender a viagem? Há mais o que fazer na região sim. São poucos quilômetros que separam Itu de mais algumas cidades próximas. Você pode conhecer a Queijaria Rima e mais da Rota dos Bandeirantes em Porto Feliz, provar uma Coxinha gostosa e famosa da Padaria Real e conhecer o Zoológico de Sorocaba, e ainda fazer um passeio educativo no Museu da Água em Indaituba, entre outras atrações nestas localidades, que estão a poucos quilômetros se você usar Itu como base. Aí sua viagem pode se estender por mais 3 ou 4 dias, e ver as atrações com mais calma também.

Vale a pena, mesmo, conhecer este pedacinho do interior de São Paulo. Há muito o que fazer em Itu, Salto e todas estas cidades. Que tal dar uma chance para seu próximo passeio em família?

Vai viajar? Acompanhe as dicas para famílias no Instagram @turismoemfamiliablog ou no pinterest.com/turismoemfamilia e use os nossos parceiros! Você me ajuda a continuar produzir conteúdos bacanas e não paga mais por isso. Aliás, até ganha descontos! Todas as vantagens estão  neste link Descontos e Benefícios

E se você trabalha com Turismo, também posso te ajudar Inovação, Marketing Digital e Base Técnica no segmento! Conheça minhas mentorias e capacitações, e todo meu portfólio no Menu Profissional.

 

Written by Flávia Sphair

Flávia Sphair, muito prazer! Sou Turismóloga, Viajante, Esposa, Mãe de 2 e a Blogueira por trás do Turismo em Família. Acredito que viagens e passeios proporcionam momentos e experiências únicas com que mais amamos, e minha missão aqui é ajudar famílias a viajarem mais e melhor, e também empresas do ramo a recebê-las da melhor forma possível, com consciência, respeito e empatia!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.