in ,

Volta ao Mundo em Casa em 40 dias: Faça a sua!

Menino segurando plaquinha com países

Volta ao Mundo em Casa. Quando não podemos sair de nosso lar, pelo motivo que for, não precisamos para de imaginar, sonhar ou aprender. A tecnologia ajuda pra caramba, assim como uma dose de criatividade e animação. Por que não descobrir culturas, sabores e um pouco mais sobre os quase 200 países do mundo mesmo dentro de onde moramos?

A ideia é fazer uma programação de 40 dias, uma quarentena mesmo, para dar uma volta ao mundo em casa com sua família. Aqui são sugestões, e você pode adaptar da forma que preferir para sua residência e condições, porém, acho que vai dar pra inspirar bastante!

Isso também vai ser divertido para as crianças de 0 a 150 anos! Vocês vão ver quantas coisas legais podem fazer juntos quando descobrirem um pouco mais de nosso planeta!

Divido minha volta ao mundo em casa em duas maneiras. A primeira parte é uma sugestão para fazer com todos os países, e a segunda, ideias específicas para serem feitas com cada país.

 

Conheça também minha lista de livros para viajar e aprender neste link. Pode demorar um pouquinho para carregar, mas garanto que a seleção tá linda, vale a pena esperar pra ver tudo!

 

Parte 1: Para todos os países! Escolham juntos o seguinte para aprender sobre um país:

> Um vídeo de um blog, canal ou programa de TV para assistirem juntos sobre o destino;

> Mostrem a bandeira do país em uma imagem online;

> Descubra o idioma oficial (ou um dos idiomas, quando houver mais de um) e aprendam algumas palavras na língua do país. Pode ser mesmo apenas uma palavra com crianças menores, como Obrigado! Use um tradutor como o do Google ou similar, e use a opção de áudio para ouvir como se pronuncia corretamente.

 

Parte 2: Os países da Volta ao Mundo, e como viver um pouquinho deles! Fiz a minha seleção, baseada em destinos que considero terem costumes e hábitos bacanas para atividades em casa, mas claro que você pode mudar de alguma maneira sua lista ou mesmo incluir mais alguns países, afinal 40 é menos de 1/4 do que há no planeta.

Que tal começarmos agora a nossa viagem?

1. Nova Zelândia: Tentem aprender em um vídeo alguns movimentos da dança de guerra Kapa Haka, uma tradição da cultura Maori. Depois, façam uma competição de quem consegue fazer uma boa sequência de movimentos. Inclusive façam com todos os sons e palavras que eles dizem para definir o campeão!

2. Austrália: A natureza e a fauna australianas são boas pedidas para inspirar atividades bacanas! Vocês podem encontrar links que falem especialmente dos coalas e cangurus, os mais famosos, e inclusive imitá-los depois. Que tal fazer uma corrida de pulos igual a um canguru em um dos corredores ou quintal de casa? Vale também fazer um de cada vez, em espaço pequenos, cronometrando o tempo!

A austrália também é dona da maior barreira de corais do mundo, e a vida marinha nela é imensa! Que tal aprender sobre ela e mostrar algumas fotos barreira, e por fim fazer um desenho bem colorido dessa natureza?

Pra encerrar, é de lá que vem o molho barbecue e as famosas costelinhas, mas eu pessoalmente gosto de usar o molho pra tudo. Vale fazer sua própria costelinha em casa, pedir uma, ou pelo menos provar o molho e comer com batata frita (dessa vez pode)!

Mãe e filho com torre japonesa no fundo
Torre do Japão do Epcot, parque da Disney: ainda não fomos ao país, mas está nos planos!

3. Japão: Comecem tirando os sapatos e treinando o cumprimento dos japoneses (ao reclinar o corpo levemente na frente da outra pessoa). Aprendam sobre mais alguns costumes neste link do blog mundi e façam uma brincadeira perguntando se vocês acham bom ou diferente demais.

Por fim, veja se você tem em casa, ou providencie alguns hashis, os famosos pauzinhos japoneses para comer, e tentem usá-los. Vale inclusive pedir por delivery um combinado para comer em casa. Se ainda não provou o peixe cru, que tal dar uma oportunidade?

4. Coreia do Sul: O país que foi sede das últimas olimpíadas de inverno também tem muita tecnologia e hábitos diferentes. Mostre objetos modernos, como celulares, e que uma das empresas mais famosas nesse segmento – a Samsung – é de lá.

Além disso, há muitos artistas pop que são famosos, especialmente no estilo que é febre entre alguns adolescentes, o k-pop de vários grupos como o Twice – vale assistir um vídeo da banda das nove meninas (e na música, ainda tem o inesquecível Psy kkk). Veja um vídeo e tentem entender alguma das palavras que falarem, só pra descontrair.

Por fim, aprendam alguns movimentos do Taekowndo, esporte de origem coreana. Pratiquem “alguns chutes” e tentem fazer alguns movimentos que a diversão será certa!

5. Tailândia: Vejam fotos de alguns templos e aprendam sobre a religião, seus trajes e costumes. Vocês podem até confeccionar um chapéu ou algo de uma roupa artesanalmente.

Outra tradição linda de lá é o festival de lanternas flutuantes. Que tal conhecer um pouco mais da celebração e construírem juntos com um papel fino, tipo manteiga ou seda, e palitos de churrasco, a sua própria estrutura da lanterna? Pode não dar certo, mas será divertido.

6. China: A volta ao mundo em casa não podia deixar de ter o país mais populoso do mundo. E vale a pena preparar em casa um prato tradicional para uma refeição após aprender sobre a China, o yakissoba! Basta um pouco de shoyo, macarrão, carne ou frango, e seus legumes favoritos para a receita que é fácil de fazer sim. Façam juntos, mas tudo bem se vocês encomendarem, é claro.

Que tal aprender também como escrever seu nome em chinês? Vejam como se “desenha cada letra” de seu nome em chinês, e tentem escrever. Outros símbolos e palavras como amor e paz vocês podem tentar reproduzir.

Por fim, a variedade de comida na China é grande e existem hábitos bem diferentes. Que tal descobrir que animais e como são preparados? E façam uma brincadeira se comeriam ou não!

7. Índia: Este país é famoso por suas especiarias. São muitos sabores e cores, basta mostrar algumas fotos! E se estiver com as crianças, que nem sempre conhecem temperos diferentes, vocês podem pegar alguns que você tenha em casa e montar uma degustação de temperos e sabores. Se precisar, faça um desafio, se eles terão coragem! Vai ser interessante!

 

Brincar de viajar pode ser feito de qualquer lugar! Confira nossa lista de brinquedos e jogos e que inspiram aventuras pelo mundo!

 

E uma das festas mais famosas é o Holi Festival, a celebração alegre cheia de cores e emoções! Especialmente se tiverem quintal em casa, ou se você não se importar com a bagunça (vale até no box do chuveiro) improvise seu festival de cores em casa. Vale jogar até glitter pra cima!

8. Arábia Saudita: Mostre como as mulheres se vestem e vocês podem improvisar uma túnica e um véu e perguntar como se sentiriam de usar essa roupa diariamente. Vale a pena fazer uma reflexão (sem certo ou errado) sobre os costumes e direitos das mulheres no Oriente.

Mas querendo algo mais leve, a origem dos beduínos é considerada vindo do norte do país, povo nômade que usa camelos e vivem em tendas. Façam sua própria tenda usando lençóis, e se estiver animada(o), seja você o camelo e dê aquela volta pela sala!

9. Líbano: Muitos dizem que o país é muito acolhedor, e se você ainda não provou os sabores árabes dos pratos tradicionais que conhecemos, essa é a hora! Há uma infinidade de doces e pratos, porém, eu acho que você já conhece sim alguns deles. Tabule, fattouch, coalhada, shawarma, quibe cru e/ou assado, abobrinha recheada (tô salivando aqui…) que tal? E tudo é sempre acompanhado de azeite. Faça ou peça alguns destes pratos, mesmo que seja algo simples provando apenas o azeite com um quibe. 

Vale a pena também aprender sobre os cedros do Líbano, árvore protegida pelo patrimônio mundial e muito importante na região.

10. Israel: Abra o mapa do país e encontre lugares conhecidos pelos cristãos, já que muitos dessa fé poderão identificar lugares que já leram antes. Vale sentar e contar a histórias de eventos que aconteceram na região. Porém, vale lembrar que hoje Israel é um país multicultural e de muitas religiões também.

Por isso, que tal cada pessoa se vestir de um jeito diferente e fazer uma foto juntos? Vai ser também uma aula de respeito e senso de comunidade!

11. Grécia: Os gregos são conhecidos por serem animados, e um jeitão único deles, então que tal fazer uma festa grega? Vale até brincar de quebrar pratos (brincar hein) na tradição de casamentos, mas vejam que existe uma técnica pra isso, não sair arremessando pratos por aí. Se quiserem dar risadas com mais facilidade, vale assistir o clássico filme casamento grego mesmo que já tenha visto.

Querem algo mais intelectual? Fale de Aristóteles, Sócrates e Platão, que eram gregos. Você pode ensinar como estes homens sábios ensinaram coisas importantes para o mundo todo.

12. Ucrânia: De um artesanato bonito e tradicional, há muito colorido com fitas e flores nas tiaras usadas em trajes tradicionais. Que tal criar uma destas?

Outra tradição interessante são as pessânkas ovos pintados a mão (melhor suas cascas). Que tal guardar algumas? Vocês podem pintar em cores fortes e fazer inclusive com detalhes com canetinha ao invés de tinta.

13. Rússia: Maior país do planeta tinha que estar em nossa volta ao mundo em casa também. E um dos lugares públicos mais bonitos de se conhecer são as estações de trem. Muitas tem belas obras de artes e esculturas. Que tem montarem uma ferrovia e fazerem uma pintura decorativa bacana?

Vale também, com papéis coloridos, crepom ou mesmo naturais de alguma forma, fazer um buquê de flores “contado”. Os russos gostam muito de ganhar flores, mas o presente precisa ter número ímpar de flores. As de número par são destinadas apenas a funerais, as demais para felicitações.

 

Quer ver estas atividades na prática? Veja o que já fizemos em família em nosso Instagram! Basta acessar o destaque Volta ao Mundo em Casa para descobrir nossas aventuras!

 

14. Finlândia: Se vistam com a roupa mais quentinha que tiverem, afinal, vocês chegaram em um país muito gelado! E também é o país que está a Lapônia, a terra do papai noel. Bora celebrar um natal fora de época? Vale a pena pegar umas decorações e quem sabe fazer um presente para a outra pessoa da família. Chocolate quente e receita de panetone também estão liberadas!

15. Polônia: algumas personalidades importantes da religião, ciência e das artes são polonesas. Que tal falar um pouquinho delas e o que fizeram? Essa lista inclui Copérnico, Marie Curie, Chopin e o Papa João Paulo II.

Os poloneses também possuem dois pratos típicos que vocês podem fazer ou buscar provar. Um deles é a sopa de beterraba, muito comum no país; e o outro é o pierogi, uma massa de batata recheada, como se fosse um pastelzinho, só que cozido.

16. Alemanha: Se você não é do time que cozinha, a Alemanha é a opção mais fácil de realmente preparar os pratos em família nesta volta ao mundo em casa. Salsichão (branco ou laranja) e um purê de batata rendem uma boa refeição. Se puder, faça ou compre também o molho tradicional para fazer um verdadeiro currywurst, no caso, a mostarda marrom levemente apimentada.

Vale a pena também tentar improvisar um traje típico com meiões, suspensório só com elástico, saias e aventais, e chapéus, e fazer uma oktoberfest em casa, com brincadeiras típicas, além de música e dança.

Castelo Vale do Loire
Castelo no Vale do Loire francês: um país delicioso!

17. França: Que tal uma aula de confeitaria e padaria? Vale a pena preparar uma mesa de domingo a tarde só com delícias da gastronomia francesa, e como sempre, tentar fazê-las. Baguetes, macarrons, verrines e doces franceses, ou então uma jantinha com um fondue de queijo, quem sabe até uma raclete, vão querer você passar pela França por mais de um dia.

Se divirta também dançando uns passinhos de Can Can. Coloque a música animada tradicional e tente levantar a perna. Dá pra competir quem faz o chute mais alto!

E que tal também falar de perfumes? Já que o país também é o mais famoso na fabricação deste item, vale pegar todos os cheiros da casa e cada pessoa dizer se gosta ou não!

Por fim, o país respira arte e cultura, e você pode visitar virtualmente o Louvre, o maior museu do mundo, mesmo não estando em Paris – veja aqui!

18. Holanda: Terra das tulipas e moinhos, que tal construir com papelão e outras sucatas um destes, repletos de desenhos de tulipas coloridas? Vale aprender como os moinhos funcionam, e que tipos existem (sabia que tem até de óleo de tinta)?

Não é também tão difícil de achar a tradicional “bolacha” holandesa, o stroopwaffel. Se estiver no mercado perto de guloseimas importadas, deve ter e não é caro. E use uma roupa laranja, relembrando as cores da bandeira e o dia do Rei, o principal feriado do país!

Por fim, umas telas de pintura com tinta podem ser feitas no papel na arte do mais famoso pintor holandês, Van Gogh. Que tal tentar reproduzir uma de suas telas em casa?

19. Inglaterra: Já prepare o chá para começar esta atividade às 17h,  e explicar esta tradição tão antiga do país. Em seguida, fale que é o país mais famoso que ainda é uma monarquia, e vale fazer uma coroa de rei e rainha pra cada um na casa. Ou então vale fazer só para uma pessoa, e os demais serem a guarda real, onde todos podem fazer os movimentos da troca da guarda mais famosa do mundo.

Terminem a brincadeira comendo fish and chips e ouvindo algumas músicas dos Beatles, afinal, é a banda mais famosa de todos os tempos e um ícone da Inglaterra!

20. Itália: Já que importantes artistas são italianos, como Da Vinci e Michelangelo, que tal tentar levar para o lado da escultura? Vocês podem tentar reproduzir algumas delas com massinha de modelar!

Outra festa bacana de origem italiana é justamente o carnaval de máscaras de Veneza. Façam a suas próprias máscaras, até com uma pena, e ainda ter uma baile, que pode até relembrar os bailes antigos, com músicas mais clássicas.

E o lanche pode ser feito por vocês com uma boa pizza, uma macarronada, sem esquecer a sobremesa, que pode ser um potinho de gelato!

21. Espanha: Pegue uma saia longa, um vídeo, e aprendam uns passos de flamenco, afinal, assim como quase todo brasileiro sabe uns passinhos de samba, quase todo espanhol também sabe alguma coisa de flamenco. E se quiser, dá pra arriscar fazer até uma castanhola!

Se quiser arriscar na cozinha, aqui o prato é a paella. Que tal arriscar provar ou até mesmo fazer a sua?

22. Portugal: Vale a pena relembrar a relação da nossa história com a dos portugueses, até por causa do mesmo idioma. Porém, aprendam as palavras que justamente são diferentes no Brasil de Portugal.

Na gastronomia, veja se consegue arranjar alguns bolinhos de bacalhau e pastéis de Belém para degustar!

Por fim, os azulejos azuis são uma linda arte portuguesas, que tal tentar fazer alguns? Se tiver alguma cerâmica antiga vale até arriscar, mas senão, tentem reproduzir no papel uma parede de azulejos azuis para expor em casa!

23. Marrocos: Voltamos aos lenços, improvisem uma roupa de túnica e também algo para a cabeça para usar na brincadeira. Façam alguns cumprimentos, como a pessoa mais nova beijar a testa ou a mão da pessoa mais velha.

Outra coisa bacana é “montar uma loja” com artigos tradicionais, como tecidos, joias (ou usem bijus mesmo) e louças coloridas, e lembrar que eles são grandes negociadores. Aí a brincadeira é tentar vender e negociar com a família alguns itens da lojinha!

24. Egito: Aqui há muito o que conhecer e fazer. Mostrem um pouco da cultura do antigo Egito, e procurem fazer uma pirâmide com materiais reciclados.

Tentem desenhar como os egípcios e fazer uma história a moda antiga, formando seu próprio papiro.

Por fim, vale ser um faraó por um dia. Procurem adornos e roupas que sejam parecidos com os egípcios para todos ficarem parecidos com cidadãos legítimos da antiga civilização!

25. Congo: Neste país há reservas de um dos animais mais fascinantes do plantes, os gorilas! Fale um pouquinho da natureza, das florestas e vale imitar também o animal e ver que faz o melhor grito de gorila!

O Congo também tem danças e roupas coloridas em sua cultura, como outros países africanos. Descubra alguns destes, e façam alguns passos juntos.

26. Angola: Compartilhe com sua família que este é um país Africano que tem o mesmo idioma que o nosso, mas também que vocês podem descobrir, e buscar áudios, de outros dialetos que fazem parte do país.

27. África do Sul: Que tal fazer um safári virtual e descobrir quais são os Big Five, ou seja, os grandes animais que estão em uma das maiores reservas do mundo, o Kruger Park. Imitar os sons de cada um deles também é boa pedida.

28. Madagascar: Quem quer se remexer muito? Descubra os animais diferentes da ilha, em especial os pequenos e curiosos, e vale sim assistir o primeiro filme em desenho da grande série de sucesso, inspirado no país.

E que tal conhecer a baunilha de madagascar? Como ela é doce, vale sentir o cheiro e pesquisar como é a baunilha de verde. É mais difícil claro ter uma dessas em casa, então vale sim sentir o cheirinho de uma essência baunilha, e quem sabe até fazer um bolinho com ela!

 

Se estiver gostando das dicas, não esqueça do blog quando for viajar pra valer! Conheça nossos parceiros e garanta descontos aqui no link!

 

29. Canadá: Arrume uma roupa vermelha e tente que sabe produzir um traje do típico guarda florestal canadense. Vale a pena colocar uns desenhos de ursos pela casa, e uma das pessoas da família ser um caçador, sendo a função da criança pegar o caçador e proteger a floresta.

Conheçam também mais sobre o mapple e como o xarope é extraído de sua árvore. Quem sabe você consiga encontrar um destes no mercado, e são ótimos para comer com as tradicionais panquecas, fácil fácil de fazer na própria cozinha!

30. Estados Unidos: terra do entretenimento e de um pouco de tudo desse mundo, não pode faltar também um hambúrguer para começar a brincadeira, afinal, é o alimento mais tradicional que conhecemos dos americanos.

Algo divertido que pode ser feito é falar sobre as escolas e esportes, praticar alguns esportes que são os favoritos. Isso inclui umas cestas de basquete, mesmo que seja apenas para treinar o movimento, e o futebol americano. Não esqueça de incluir a torcida, com cheerleaders (vale até pompons).

André passou tão rápido pelo México
André passou tão rápido pelo México que vai ficar feliz em aprender mais!

31. México: país repleto de tradições, dá pra explorar muito! Se tiver cartolina, faça um sombrero o tradicional chapéu mexicano, que vocês consigam usar de alguma forma, vale improvisar!

Se todo mundo gostar de pintura facial, aprendam sobre o dia de los muertos, e façam suas próprias caveiras! Mesmo que simples, mesmo que seja apenas com um lápis preto. Outra dica relacionada a data é assistir Viva! A vida é uma festa, filme bacana da Disney e totalmente imerso na tradição do país.

E vale sim comer nachos, fajitas, tacos e quaisquer pratos da gastronomia mexicana. Não são difíceis de preparar em casa.

32. Jamaica: Muito reagge e roots no país de Bob Marley que você pode trazer para dentro de casa. Coloque uma playlist no seu app favorito para dançar e conhecer algumas músicas do estilo.

E se souber fazer tranças, faça algumas finas para imitar o rastafári, em todo mundo que tiver cabelo mais longo em casa, será divertido!

E pode parecer simples, mas na Jamaica se come muita banana! Nada mal para o lanchinho da turma!

33. Cuba: Aprendam alguns passos de dança caribenhos, bem no estilo “Havana Nights”. Façam em pares e tentem não pisar no pé um do outro!

E que tal encontrar fotos e escolher um carro antigo dos mais bonitos que costumam circular na capital do país? Vejam alguns modelos e votem qual deles vocês gostariam de andar!

34. Panamá: Aprendam mais sobre a importância econômica do canal do Panamá, e como os grandes navios conseguem passar do Oceano Atlântico para o Pacífico. Em seguida, usem papelões, dobraduras ou o que preferirem para construírem seus próprios navios e canais. Usem seus conhecimentos de engenharia (ou de alguém da família) para sua obra ficar de qualidade!

35. Colômbia: A música popular vinda da Colômbia ficou famosa (quem não conhece a Shakira?) e tem seu estilo, o reggaeton. Que tal conhecer e dançar algumas delas?

Além disso, há mais danças culturais com roupas coloridas, como um carnaval mesmo (tem a festa em Barranquilla). Que tal experimentar e dançar também? Vale sim se vestir a caráter.

36. Peru: Lhamas, xales coloridos e artesanatos podem ser desenhos bacanas em país cheio de cultura. E sim, o som da música da flauta de pã pode ser não só ouvido, mas vocês podem, com rolinhos de papel, fazerem sua própria flauta, mesmo que seja para fazer o som dela com a própria boca.

Quem estiver animado pode tentar fazer também um ceviche, o prato típico local, mas tem que saber trabalhar com o peixe cru, ou então vale pedir um ceviche de algum restaurante de frutos do mar, que mesmo não sendo o legítimo, vai representar bem!

37. Chile: Um país muito diverso em natureza, vai das lagunas e paisagens áridas do deserto do Atacama, das alta montanhas e sua imensa cordilheira dos Andes, até o sul de rios e mares gelados até a patagônia, vale compartilhar o tanto de natureza que tem por lá!

Além disso, uma delícia gostosa e fácil de achar são as empanadas, assadas e muito saborosas. Encomende seu sabor favorito para dividir com a família!

Museu del Bicentenario
Museu del Bicentenario: Quando estivemos pertinho do casal Perón.

38. Argentina: Vão ter que dançar uns passinhos de tango e ouvir o ritmo mais popular da cultura argentina pra dizer que “passaram por lá”.

Além disso, vale a pena falar daquela velha disputa de futebol entre Brasil e Argentina, Pelé e Maradona, e dos times famosos do país.

E claro, capriche fazendo ou comendo um bife chorizo, com doce de leite ou alfajor de sobremesa!

39. Uruguai: Os vizinhos dos gaúchos tem uma tradição que vale todo mundo conhecer: o chimarrão. Que tal provar a famosa erva (ou então tomar mesmo, se você já for fã ou expert) em uma cuia? Façam uma roda de conversa para passar a cuia, mesmo que seja com outra coisa simbólica para beber!

Outra coisa que também agrada é o chivito, um tradicional sanbuba uruguaio feito a chapa com ovo, carne, alface, bacon e tomate. É bem saboroso, já provei!

40. Brasil: Bom, você pode fazer agora absolutamente o que quiser para falar dos 4 cantos de nosso país, e pode até fazer uma viagem maior dentro dele. Festas juninas, carnaval, amazônia, comidas das 5 regiões, danças, ecoturismo… dá pra mostrar, encenar, brincar e fazer o que sua imaginação mandar do nosso país!

Que tal essa volta ao mundo em casa? Podemos viajar mesmo sem sair do lugar, afinal, quando alimentamos nossos sonhos, costumamos fazê-los ser realidade um dia!

Vai viajar? Acompanhe as dicas para famílias no Instagram @turismoemfamiliablog ou no pinterest.com/turismoemfamilia e use os nossos parceiros! Você me ajuda a continuar produzir conteúdos bacanas e não paga mais por isso. Aliás, até ganha descontos! Todas as vantagens estão  neste link Descontos e Benefícios

E se você trabalha com Turismo, também posso te ajudar Inovação, Marketing Digital e Base Técnica no segmento! Conheça minhas mentorias e capacitações, e todo meu portfólio no Menu Profissional.

 

 

Written by Flávia Sphair

Flávia Sphair, muito prazer! Sou Turismóloga, Viajante, Esposa, Mãe de 2 e a Blogueira por trás do Turismo em Família. Acredito que viagens e passeios proporcionam momentos e experiências únicas com que mais amamos, e minha missão aqui é ajudar famílias a viajarem mais e melhor, e também empresas do ramo a recebê-las da melhor forma possível, com consciência, respeito e empatia!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.