in ,

Viajar com as Crianças X Levar as Crianças: tem diferença! O que você faz?

Mae, pai e 2 filhos meninos
Mae, pai e 2 filhos meninos
Viajar com as Crianças x Levar as Crianças: tem diferença, aliás, muita diferença. Quem é você nesse quesito?

Eu gosto de levar a nossa turma para explorar e viver as viagens juntos com comigo e com meu esposo, sempre que ele pode (já comentei que também viajo sozinha a lazer com eles quando maridão não consegue pela questão de trabalho).

E o maior motivo de fazer isso é porque as viagens fortalecem nosso vínculo. Temos um tempo em família que não é o mesmo no dia a dia. Sou aquela que também gosta de resort completão e com monitores que divertem as crianças durante todo o período da estadia, mas não deixo as crianças o dia inteiro no Kids Club (ainda que sob alguns protestos), até porque aí acho que deixar uma criança das 9h às 22h com monitores faz o conceito “viagem em família” ir por água abaixo: vira uma viagem onde os filhos vão junto, e só!

Sobre Viajar x Levar as Crianças, eu tenho um exemplo bem interessante que vivemos, e acho que ilustra bem o meu ponto.

No cruzeiro que fizemos para o Caribe, as crianças de 3 a 12 anos, sem custo adicional, ou com um custo por horário de 6 meses a 2 anos, nos dias de navegação você podia deixar as crianças no kids club por 3h seguidas em 3 momentos do dia, e nas paradas em terra por todo tempo que o navio ficava no porto.
Acho bem legal para ter um jantar romântico, ou quem sabe para aproveitar atrações para adultos que ainda não são possíveis de levar as crianças. Nosso filho ficou em dois momentos por duas horas lá, nos 7 dias de cruzeiro que fizemos, porém, tinham pais que sim, deixavam os pequenos direto lá.

O que mais me surpreendeu foi algo que minha irmã viu. Eu estava com nosso filho mais novo no quarto, que dormia, e ela se ofereceu pra cuidar do mais velho, que brincava com o primo na brinquedoteca, esta que os pais ficam junto, bem ao lado do kids club.
Faltavam ainda 40 minutos do horário para os pais deixarem as crianças sozinhas ali quando uma mãe chegou com sua filha (era estrangeira). Ela procurou (e não encontrou) nenhum monitor, pelo fato do espaço ainda estar fechado, e mesmo assim, falou para a filha esperar até alguém chegar, e foi embora!

Deu um nó na garganta aqui, e morri de dó: a menina ficou ali sozinha esperando dar o horário, até alguém chegar! Confesso que minha mente ainda está angustiada. Seria algo tão mais comum em outra cultura, ou não estou exagerando de ficar com o coração apertado?

Tenho minha opinião do que considero certo, mas não importa agora. O quero dizer na verdade é um incentivo: não apenas levem seus filhos, mas viajem com eles, aproveitem os momentos juntos!

Sim, vai dar mais trabalho, pode ter alguns choros, medos e ansiedades. Só que os pontos positivos para mim são infinitamente melhores, especialmente quando o planejamento é bem feito. As crianças aprendem TANTO quando conhecem lugares, culturas e têm suas próprias experiências. Elas tem saltos de conhecimento. Nosso mais novo começou a falar muito mais na época que viajamos à Europa, vocês não tem ideia! E realmente percebi que foi o fato de estarmos em um ambiente diferente, mas juntos!

Planejem o que precisar, tenham sim momentos em casal ou sozinhas(os), mas vivam muitos momentos juntos. Garanto que é muito melhor viajar do que apenas levar as crianças, porque vale mais a pena do que podemos imaginar, começando pela união da própria família!
Vai viajar? Acompanhe as dicas para famílias no Instagram @turismoemfamiliablog ou no pinterest.com/turismoemfamilia e use os nossos parceiros! Você me ajuda a continuar produzir conteúdos bacanas e não paga mais por isso. Aliás, até ganha descontos! Todas as vantagens estão  neste link Descontos e Benefícios

E se você trabalha com Turismo, também posso te ajudar Inovação, Marketing Digital e Base Técnica no segmento! Conheça minhas mentorias e capacitações, e todo meu portfólio no Menu Profissional.

 

Written by Flávia Sphair

Flávia Sphair, muito prazer! Sou Turismóloga, Viajante, Esposa, Mãe de 2 e a Blogueira por trás do Turismo em Família. Acredito que viagens e passeios proporcionam momentos e experiências únicas com que mais amamos, e minha missão aqui é ajudar famílias a viajarem mais e melhor, e também empresas do ramo a recebê-las da melhor forma possível, com consciência, respeito e empatia!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.