in , , ,

Roteiro em Morretes / PR: 2 a 3 dias que vão muito além de tradicional bate e volta!

familia em morretes perto do rio

Porque um roteiro em Morretes, cidade que é a porta para o litoral histórico do Paraná, é mais do que merecido. Sabe, a cidade é muito conhecida por quem mora em Curitiba, ou por turistas de todo país por, em geral, um tipo de passeio: almoçar em um dos restaurantes de barreado – o prato típico de carne desfiada cozida – sendo um dos trechos indo ou voltando com o trem da Serra do Mar, para ver as belezas dessa região.

E não que o passeio não seja válido, eu sempre sou a favor de ir mesmo que um pouquinho do que não ir, mas, se você tiver um dia que seja a mais, eu definitivamente recomendo fazer um roteirinho e curtir MUITO em um roteiro em Morretes, já que é um lugar que tem muita coisa legal, especialmente em meio a natureza.

Esse cantinho paranaense tem belíssimas paisagens com rios de pedras de águas cristalinas entre as montanhas da serra do mar, gastronomia, artesanato, sossego e adrenalina ao mesmo tempo, e charme de sobra! Também é acesso fácil para sua vizinha Antonina, que está a apenas 18km, e que pode ser vista na mesma viagem!

Janela de Restaurante em Morretes/PR
Janela de Restaurante em Morretes/PR: Delícia de vista

Para curtir este roteiro em Morretes, é necessário ir de carro – que a propósito é meu tipo de viagem favorito. É uma opção bem tranquila para quem mora na capital do Paraná, ou mesmo que venha do interior ou dos estados SC e SP. Porém, vale a pena alugar um carro, mesmo que por um dia, se vier de avião ou de outra forma.

É uma viagem bem curtinha saindo de Curitiba, dá menos de 1h seguindo pela histórica Estrada da Graciosa – Dom Pedro II passou por ela – mas com várias paradas, e assim você tem toda liberdade para ir e vir.

 

Confira nossos cupons e parceiros que testei e confiei de nossas viagens, e faça suas reservas e compras pelo blogs, o que também nos ajuda a manter muitas informações bacanas aqui: Descontos e Parcerias 

 

E por ser mais de um dia, você precisará encontrar um bom lugar para se hospedar. O bacana é que tem várias pousadas charmosas e super gostosas, tanto no centrinho como pouco antes da entrada da cidade, mais integradas a natureza, que são as que mais indico se puder, e estando de carro, é super fácil circular.

Aqui vão algumas boas opções de hospedagem para você considerar em um roteiro em Morretes:

Dona Siroba: Uma das tradicionais da cidade, com mais de 25 anos de existência, também conta com restaurante, boa área verde e piscina. Há quartos para famílias e piscina, está na região de Porto de Cima.

Eco Estância Maktub: Em uma localização um pouco mais isolada, mas também bem próxima da Mata Atlântica, com um toque mais sofisticado e exclusivo. Possui boas acomodações e piscina, é muito bonita.

Casa di Monte Ecopousada: Esta já está bem pertinho do centro, e é super charmosinha e agradável. Tem chalés, churrasqueiras coletivas, piscina e uma ótima área verde.

Orientações gerais já dadas, começamos então o roteiro em Morretes. Checa só estes detalhes:

Dia 01: Saia cedinho de carro rumo a Estrada da Graciosa. A rodovia sentido Quatro Barras possui sinalização, e quando for hora do acesso, você verá um portal de pedra que é um símbolo do início do caminho, pode parar e fazer uma foto ali.

Primeiro Mirante da Serra da Graciosa
Primeiro Mirante da Serra da Graciosa: Fica mais bonito com tempo bem aberto.

Você seguirá então alguns poucos quilômetros até o início do caminho histórico, que é feito de paralelepípedos (muito cuidado com chuva, são lisos e a estrada não é tão larga assim, mas é linda) e os seus vários pontos de parada.

Há vários lugares com bancas de comidinhas e produtos feitos localmente, com estaque para as balas de banana, aipim chips (ou pra vocês que não são parananenses, mandioca ou macaxeira chips), e inclusive uma pequena cascata em um deles. Porém, o que sempre tentamos parar é no primeiro, que tem uma vista muito bonita da baía de Antonina, quando o tempo está colaborando, é claro.

Siga com tranquilidade pela estrada da graciosa, vale deixar o vidro do carro aberto para inspirar mata atlântica e olhar seus vários cantinhos. É uma região com várias churrasqueiras, que são muito disputadas em dias de feriado ou finais de semana ensolarados de férias. Você poderá escutar também o som dos rios de águas transparentes que estão na serra, e depois ver entre pedras e água transparente e limpa, é muito bom.

Chegando no final da estrada histórica, você chegará no destino do restante do seu primeiro dia, que é aproveitar toda estrutura de um dos lugares mais sensacionais de que conhecemos, o Ekôa Park.

Bolha Humana no Ekoa Park
Bolha Humana no Ekoa Park: Ele amou a diversão, e teve muita educação ambiental também, de forma leve e divertida.

Este é um espaço que mescla educação ambiental, mas com estrutura e muita consciência, aliada a trilhas lindas entre a mata, assim como atividades integradas a natureza, como arvorismo, tirolesa e bolha humana, e uma vez por mês vôo de balão cativo com descida de rapel.

Para as crianças – fui com os meus claro – foi uma experiência sensacional também. Os profissionais foram super atenciosos em espaços de laboratório em que eles foram os próprios biólogos, há aprendizados de hortas e compostagem, além de brinquedoteca, redário e muito espaço pra brincar e correr. O lugar é único!

Há restaurante com buffet ou lanches – você terá que comer lá dentro, não tem como sair de lá para comer, e infelizmente não pode levar alimentos para dentro do parque, então considere isso!

Nós tivemos um dia incrível com as crianças ali, mesmo! Fiz um relato completo de nossa experiência do Ekôa Park que você pode ler neste link, e vocês vão amar, é serio!

O dia será divertido, e cansativo! Então vai ser hora de curtir sua pousada, tomar um banho quente e escolher um restaurante para um lanche ou um jantar gostoso. Recomendo frutos do mar ou algo mais leve, já que o prato tradicional do litoral do Paraná é um pouco pesado, e recomendo deixar pro almoço do dia seguinte.

Dia 02: Se você tiver apenas um fim de semana, ou dois dias que sejam, vai ser mais puxado, mas se tiver 3 dias, pode curtir mais tempo de sua pousada, e também os atrativos que proponho de forma completa.

Ponte metálica e o Rio no complexo de Porto de Cima
Ponte metálica e o Rio no complexo de Porto de Cima

Você pode começar o dia na beira do rio, curtindo os sons da natureza, com um café da manhã gostoso (não esqueça de ter repelente na mala, faz parte do pacote mata atlântica) e algumas caminhadas, ou um pouquinho de passeio e paradas antes do centro.

Visite o parque Higeospar, que conta com um pouco da história da cidade e uma maquete bem feita de toda região, com a estrada de ferro inclusive, é bem bacana, vale fazer uma paradinha ali!

Há também uma antiga ponte de metal que rendem boas fotos, e um cantinho gostoso no complexo de Porto de Cima, onde o rio tem pouquíssima correnteza, mas segue seu curso com tranquilidade, ali é uma delícia de curtir com as crianças pra um mergulho. Recomendo usar sapatilha devido as pedras no fundo do rio.

 

Vai alugar um carro? Então faça sua reserva pelo blog no parceiro Rent Cars, pesquisando os melhores preços entre as melhores locadoras do mercado!

 

Mas, ali é ponto final de outro passeio mais radical, para quem curte um pouco mais de adrenalina, o bóia cross. A partir desse ponto você sobe com a empresa em um ponto de início, pega um tanto de corredeiras e emoção até chegar aí! É uma aventura e tanto!

E com certeza, vai dar uma canseira, e vai ser um ótimo motivo para, aí sim, se arrumar e ir até o centrinho da cidade, e escolher um o passeio que não pode faltar em qualquer roteiro em Morretes: Comer em um dos restaurantes do típico barreado paranaense, que é servido com banana da terra, farinha, arroz e frutos do mar.

Eu sou uma grande fã do prato, e vale a pena provar. Todos os restaurantes acabam tendo alternativas, como pratos infantis com bife, arroz e feijão, ou apenas um peixinho, pra quem não quiser comer, e não tem grandes diferenças entre eles,  já provei vários. Os restaurantes Madalozo, Ponte Velha, Casarão, My House e outros próximos são todos tradicionais, e você deve sair satisfeito de qualquer um deles.

Centrinho de Morretes
Centrinho de Morretes: Artesanato, casinhas históricas e os tradicionais restaurantes de barreado, tudo uma delícia!

Aproveite então para curtir o centrinho, visitar do alto a Igreja Matriz, passear nas lojas e quiosques de artesanatos e provar algumas delícias, como a tradicional bala de banana e o aipim chips, porque no Paraná é assim que se chama mandioca ou macaxeira! É também gostoso fazer todo esse passeio nas margens do rio Nhundiaquara.

Acredite, isso já vai dar um dia bem completo e bacana pra finalizar o roteiro em Morretes, porém, se vocês tiverem acordado e almoçado cedo, ou então tem aquele terceiro dia, eu sugiro pegar o carro e ir até a vizinha Antonina, outra cidade histórica, e charmosa do litoral paranaense. São apenas 18km e você chega rapidinho nela.

Antonina também tem restaurantes de barreado e frutos do mar (em geral um pouco menos concorridos inclusive), e um centro histórico charmosão também. Vale a pena dar uma passadinha na fábrica da bala de banana mais tradicional da região, e por fim, fazer um passeio na baía de Antonina de barco. Eu fiz no pôr do sol e foi inesquecível!

 

Vale a pena ver também: Roteiro em Curitiba com crianças de 3 dias por uma mãe curitibana, e claro, super kids friendly!

 

Um roteiro em Morretes pode ter mais relax, passando mais tempo por lá, ou mesmo mais aventura. Há inclusive cachoeiras e também o acesso da Trilha do Itupava, e essa vai ser uma bela de uma caminhada, tem que estar preparado.

O que faltou? O passeio de trem! Na verdade, vou falar que não estou considerando ele pelo fato de ser um roteiro de carro, e confesso que é um passeio bem longo, cerca de 4h dentro do trem. Com crianças, não recomendo muito não, e nesse grupo teria então que alguém voltar dirigindo na Serra, e alguém se sacrificar pra trazer o carro. Não vejo problemas em fazer isso se vocês concordarem entre si, porque não dá pra negar que as paisagens são lindas!

Este é meu roteiro, e espero que vocês gostem! Um roteiro em Morretes vai te surpreender mais do que você imagina. Faça o teste!

Vai viajar? Acompanhe as dicas para famílias no Instagram @turismoemfamiliablog ou no pinterest.com/turismoemfamilia e use os nossos parceiros! Você me ajuda a continuar produzir conteúdos bacanas e não paga mais por isso. Aliás, até ganha descontos! Todas as vantagens estão  neste link Descontos e Benefícios

E se você trabalha com Turismo, também posso te ajudar Inovação, Marketing Digital e Base Técnica no segmento! Conheça minhas mentorias e capacitações, e todo meu portfólio no Menu Profissional.

Written by Flávia Sphair

Flávia Sphair, muito prazer! Sou Turismóloga, Viajante, Esposa, Mãe de 2 e a Blogueira por trás do Turismo em Família. Acredito que viagens e passeios proporcionam momentos e experiências únicas com que mais amamos, e minha missão aqui é ajudar famílias a viajarem mais e melhor, e também empresas do ramo a recebê-las da melhor forma possível, com consciência, respeito e empatia!

2 Comments

Leave a Reply
    • Quando estive na cidade, eu fui no trapiche ao lado do centro histórico e o barqueiro estava aguardando os turistas chegarem para ir. Acredito que durante os finais de semana ainda possa ser assim, porém, vale a pena chegar na cidade e perguntar da disponibilidade em um centro de informações turísticas, ou mesmo em hotéis e restaurantes próximos!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.