in ,

Quando o cônjuge não quer se envolver nos planos de viagem: O que fazer?

Familia viajando

Você faz todo plano de viagem, e seu cônjuge tem 2% de interesse… te frustra? Imagino que sim, e acredite, eu te entendo.

Apesar de sempre falar que viajar começa desde o planejamento, que é uma delícia envolver a família nisso, nem sempre marido / esposa tem o mesmo ânimo. Tive essa conversa com uma seguidora no Instagram do Turismo em Família que inspirou o post. É até mais fácil envolver as crianças do que eles… e não é que não gostem de viajar, mas preferem deixar esta parte contigo. São super parceiros durante, agradecem e adoram a experiência, mas nos planos… você sai na frustração!

Eu tive os dias que insisti pro meu esposo vir olhar os lugares, passeios e destinos de nossos roteiros… eu começava a falar de um monte de lugares e repente, lá estava o meu cônjuge vendo carros no instagram dele… 

Se você se identificou, depois de refletir, e viver momentos assim, mudei a expectativa. Deixo então um conselho: não obrigue seu parceiro (a) fazer algo que não quer, de estar 100% a par dos planos, tá tudo bem! Cada pessoa tem seus interesses, e precisamos dar esse espaço.

Claro que é importante a família ter um conhecimento geral, mas os detalhes não precisam ser dos dois não. Você pode perfeitamente saber cada rua do mapa de seu roteiro, direções, serviços contratados, e ele ou ela ter um panorama geral.

 

Produtos bacanas pra viagens e pra vida, cupons de desconto… temos! Confira as empresas que confio e trago os melhores benefícios: Descontos e Parcerias

Ainda assim, tenho uma sugestão que funcionou por aqui: peça para seu cônjuge planejar as coisas do próprio interesse – coisas que ele/ela goste dentro do contexto da viagem. Por exemplo: aqui em casa eu sou dos passeios e roteiros, mas o marido curte gastronomia, muito mais que qualquer ponto turístico imperdível. Adora fuçar fotos e sugestões no Tripadvisor inclusive, pegar referências com conhecidos, porque o negócio dele é comida. Então, encarrego ele de encontrar lugares legais pra comermos, e incluo suas sugestões no roteiro.

Outros pontos não turísticos também podem ser parte disso, como alguma loja (aqui geralmente tem a da Harley Davidson e assim o envolvimento em geral flui melhor… às vezes até desperta um interesse maior no roteiro em si! Vai por mim, funciona

Na foto estamos nós 4 em Verona, Itália, uma cidade que não frustrei com o marido, mas continuo frustrada de ter passado tão pouco tempo nela! Ele não viu nada sobre o destino, mas ficou de olho em todas as portinhas gastronômicas no caminho, e foi bom!

Já passaram por isso? Me conte nos comentários, e espero ter ajudado vocês!

Vai viajar? Acompanhe as dicas para famílias no Instagram @turismoemfamiliablog ou no pinterest.com/turismoemfamilia e use os nossos parceiros! Você me ajuda a continuar produzir conteúdos bacanas e não paga mais por isso. Aliás, até ganha descontos! Todas as vantagens estão  neste link Descontos e Benefícios

E se você trabalha com Turismo, também posso te ajudar Inovação, Marketing Digital e Base Técnica no segmento! Conheça minhas mentorias e capacitações, e todo meu portfólio no Menu Profissional.

 

Written by Flávia Sphair

Flávia Sphair, muito prazer! Sou Turismóloga, Viajante, Esposa, Mãe de 2 e a Blogueira por trás do Turismo em Família. Acredito que viagens e passeios proporcionam momentos e experiências únicas com que mais amamos, e minha missão aqui é ajudar famílias a viajarem mais e melhor, e também empresas do ramo a recebê-las da melhor forma possível, com consciência, respeito e empatia!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.